9 de ago de 2015

Como funcionam os aviões invisíveis?

F-117 Nighthawk


Técnicas de camuflagem são essenciais em combate. Elas são necessárias para surpreender o inimigo e iniciar uma boa investida. Na terra, os soldados usam roupas especiais que se parecem com o ambiente, e veículos possuem uma pintura que consegue imitar a paisagem. Com os aviões não é diferente, algumas aeronaves especiais usam uma tecnologia que recebeu o nome “Stealth” (Furtivo, em inglês). Os bombardeiros Lockheed F-117 Nighthawk e o Nortrop Grumman B-2 Spirit, que podem lançar bombas com precisão sem serem detectados.

Os radares de defesa antiaérea emitem um feixe de sinais eletromagnéticos. Qualquer corpo que cruzar essa onda faz com que seja refletido, na proporção de sua dimensão. Quanto maior for o objeto, maior será a quantidade de sinais refletidos de volta a fonte emissora e a possibilidade de ser descoberto a grandes distâncias.

No mundo da aviação, as aeronaves possuem uma epécie de nome, chamado de RCS (Radar Cross Section), que determina a intensidade de como o avião será detectado pelo radar. Para burlar esses sistemas, uma aeronave deve ter um RCS baixíssimo. Os aviões invisíveis possuem um desenho singular com asas de forma triangular, que dispersa os feixes de radar, e seu revestimento escuro, que absorve as ondas e elas não voltar para a sua antena de origem.

Um pouco de história

Após o início de uso dos radares, na Segundo Guerra Mundial, já se cogitava alguma forma de enganá-lo. A primeira ideia era de lançar de uma avião tiras de alumínio ou de fibra de vidro, criando uma nuvem nas telas dos radares inimigos e impossibilitandoa detecção.

O GO 229 foi um avião revolucionário, os alemães usaram ele ainda durante o conflito. A aeronave não era detectada pelos radares, e apartir dai a tecnologia Stealth começou a engatinhar.

Em 1947 os Estados Unidos desenvolveram o prótotipo Nortrop YB-49, que também conseguia repelir as ondas de radar e que anos mais tarde seria essencial no desenvolvimento do moderno B-2. Este avião que também recebe o nome de Stealth B-2 é um bombardeiro projetado secretamente na área 51 pelas empresas Northrop Grumman, General Eletric e Boeing usando um desenho de W.

B-2 Spirit


Existem também alguns helicópteros Stealth. Talvez o mais famoso seja o MH-60L Stealth, que foi usado na Operação Geronimo, na qual resultou na captura e morte de Osama bin Laden.

MH-60L Stealth

Nenhum comentário:

Postar um comentário