25 de ago de 2011

A quimica da pasta de dentes


 A pasta de dentes é um dos inventos mais importantes da química, antes de ser inventado a causa era muito constrangedoras. Dentes quebrados, podres, além de gastar muito co tratamentos dentarios.
  Apesar dos ingredientes ser compostos por açucar, soda caústica e laxante, a pasta de dentes não engordam, não queimam e nãi levam ao banheiro. A não ser que você coma alguns tubos de pasta de dentes por dia.
  Ela foi desenvolvida especialmente para ser usada na limpeza dos dentes, usando química para que não haja nehum destes constragementos. Veja agora a sua composição.
  Adoça - sorbitrol
  Um tipo de açucar que não é fermentado pelas bactérias. Por isso adoça cremes dentais sem riscos de provocarem caríes, como também não digerido por humanos, ele é muito comum em produtos diet. Mas cuidado: se consumido em doses maiores que 50 gramas tem ação laxante. Tanto que é o ingrediente ativo de muitos supositórios.
 Tira gordura - lauril sulfato de sódio
 É o detergente usado em um xampu. Além de tirar a gordura, ele faz muita espuma, ajudando o efeito piscicológico da limpeza.
  Fortalece - flúor
  Havia uma cidade nos Estados Unidos em que ninguém possuia cáries. Então descobriram que a água de lá era rica em fluoreto. A conclusão; flúor fortalece os dentes. Ninguém sabe se a cidade existiu, mas é fato que esse ingediente deixa o esmalte dentário mais resistente aos ácidos das bactérias, que causam as cáries. E, sim, há flúor na água da torneira, mas não o suficiente para fazer efeito (nas pastas funciona).
  Mata - triclosan
  Antisséptico que protege os dentes da placa bacterian, aquelas manchas esbanquiçadas que aparecem juntos às gengivas e que nada mais são que acúmulo de bactérias. Também é usado em sabonetes e desodorantes.
  Fixa - copolímero PVM/MA
  Funciona como um adesivo que gruda em toda boca e permite que o triclosan seja liberado aos poucos, durante um longo período. Sem ele não seria possivel ter "12 horas de proteção".
  Clareia - hidróxido de sódio
  Ou soda caústica. Além de desentupir cano, essa base controla a acidez da boca e ajuda a branquear os dentes. Por ser altamente corrosiva, pode provocar queimaduras e até cegueira. Mas calma. Na pasta de dentes a concentração é minima: não passa de 1,5%.
  Ilude - branco CI 77891
  Quando usado como corante, o dióxido de titânio ganha esses números que fucionam como uma especificação da cor. Deixa a mistura bem branquinho, como você gostaria que fiassem seus dentes.

  Essa foi mais uma matéria da série em homenagem o Ano Internacional da Quimica. Concerteza a pastas de dentes foi um dos inventos mais importantes da química. O que ela não faz héim?

Nenhum comentário:

Postar um comentário